O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

terça-feira, 11 de julho de 2017

Foto de Municipio Miranda do Douro.

2 comentários:

  1. Olá Teresa.
    Escrever um livro será sempre uma contribuição à cultura. Parabéns.
    Ótima semana.
    Um abraço.
    Pedro

    ResponderEliminar
  2. Mais uma vez, renovando os meus votos do maior sucesso, com a publicação do seu novo livro, Teresa!...
    Um beijinho grande!
    Ana

    ResponderEliminar